Negociação de tarifas, investimento automático e algumas outras atitudes podem ajudar as pessoas a evitar gastos desnecessários com serviços bancários. Confira algumas dicas simples, mas que podem ter um impacto enorme na nossa saúde financeira:

  1. Negocie com o gerente as menores tarifas possíveis para manutenção da conta corrente e também para a realização de transferências, DOCs, TEDs e anuidade de cartão
  2. Em caso de empréstimo ou financiamento, negocie com o gerente as menores taxas de juros
  3. Na hora de investir em produtos de investimentos que antes eram oferecidos apenas por grandes bancos, como CDB, letras de créditos, títulos do tesouro, debêntures, entre outros, avalie as condições de bancos menores ou mesmo corretoras e cooperativas de crédito. As taxas costumam ser menores e, a remuneração, melhor
  4. Evite o uso do limite do cheque especial. As taxas são altíssimas!
  5. Por fim, não deixe dinheiro parado na conta corrente. Negocie com o gerente um investimento automático, tal qual um CDB com resgate automático. Desta forma, sempre que entrar dinheiro na conta corrente, ele será automaticamente transferido para o CDB e poderá ser resgatado a qualquer momento, sem perda de rendimento

Lembre-se sempre que as instituições financeiras são intermediárias, cabendo a você, investidor, escolher os melhores produtos para sua carteira. Use os bancos a seu favor. Negocie taxas, atente-se aos juros e evite pagar empréstimos ou financiamentos.

Quer saber mais sobre como conquistar a tão sonhada independência financeira? Acompanhe o nosso blog: http://saudemaisacao.com.br/blog .