Prazo para declarar imposto de renda vai até 28 de abril.

Existem algumas formas de pagar menos impostos ou aumentar o valor da restituição do Imposto de Renda. Isso é possível por meio de descontos legais referentes a despesas com educação, previdência e saúde, por exemplo.

As deduções são possíveis no modelo completo de declaração. Isso porque, na opção pelo desconto simplificado, o desconto é de 20% sobre o valor os rendimentos tributáveis, limitado a R$ 16.754,34.

Na hora do preenchimento, o próprio programa da receita informa a melhor opção, antes do envio. Mas, atenção: é preciso guardar os recibos por cinco anos, período no qual eles podem ser solicitados para comprovar as despesas.

Confira, a seguir, as despesas que têm impacto sobre o IR:

Livro-caixa

Essa ferramenta permite descontar integralmente todos os gastos necessários para obter o ganho como profissional autônomo não assalariado. Eis as despesas que podem ser deduzidas do livro-caixa:
– Despesas com livros técnicos e vestimentas específicas, como os jalecos
– Gastos com encontros científicos, como congressos, seminários e simpósios
– Salários e encargos pagos a empregados e terceiros sem vínculo empregatício
– Honorários pagos ao contador
– Materiais de consumo, como produtos para a realização de tratamentos e exames, materiais de escritório, de conservação e limpeza
– Despesas com marketing para conseguir captar mais pacientes
– Despesas com órgãos de fiscalização profissional, como associações e sindicatos.

Veja aqui mais detalhes sobre o livro-caixa

Investimento em ações

Para quem investe em ações, há dois benefícios relacionados ao imposto de renda. O primeiro diz respeito à venda de ações com lucro. Quando a venda de ações for inferior a 20 mil mensais com lucro, o investidor está isento do pagamento do imposto de renda sobre o lucro. Além disso, caso tenha algum prejuízo com a venda de ações, este prejuízo pode ser abatido de um lucro a qualquer momento, reduzindo o imposto a ser pago. O segundo diz respeito aos proventos pagos pelas empresas. Dentre os proventos, os dividendos são isentos de imposto de renda por parte do investidor uma vez que a empresa já pagou imposto de renda antes de repassar aos acionistas.

Previdência privada

Quem tem um plano na modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) pode abater até 12% da renda bruta anual da base de cálculo do imposto de renda. Por exemplo: se sua renda anual for de 100.000 reais, você deve aplicar até 12.000 reais na previdência privada. Com isso, a base de cálculo para o imposto de renda será de 88.000 reais e não de 100.000 reais. O imposto de renda incidirá apenas quando o montante for resgatado ou a renda passar a ser recebida. Optando-se pela tabela regressiva, o imposto de renda a ser pago após 10 anos será de 10%.

Dependentes

São considerados dependentes o companheiro com quem o contribuinte tenha filho ou viva há mais de cinco anos; filho ou enteado; irmão, neto ou bisneto, desde que o contribuinte detenha a guarda judicial, e pais, avós e bisavós que, em 2016, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 22.847,76; 7. Dependentes com 12 anos ou mais precisam ter CPF. Mas, atenção: se o dependente receber algum tipo de remuneração, como estágio ou pensão, o valor deve ser declarado. Já se o rendimento for superior a R$ 28.559,70 no ano, o contribuinte não é considerado dependente e deve fazer sua declaração em separado, ainda que seja menor de idade.

Pensão alimentícia

São dedutíveis da base de cálculo as importâncias pagas a título de pensão alimentícia. Neste caso, o responsável por pagar a pensão poderá lançar o beneficiário como “alimentados” e sua declaração e deduzir integralmente o valor desembolsado, assim como gastos com saúde e educação previstos judicialmente.

Educação

Despesas com escolas de educação infantil, ensino fundamental, médio e superior, além de cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, especialização, técnico ou profissionalizante podem ser descontados do IR até o valor de R$ 3.561,50 por pessoa, por ano. Cursos preparatórios e extracurriculares não contam para a receita.

Saúde

Podem ser descontadas integralmente todas as despesas com planos de saúde, hospitais, médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos. Exames de laboratório e de imagem, inclusive relacionados à fertilização in vitro, serviços de radiologia, aparelhos ortopédicos, próteses dentárias e cirurgias reparadoras como estéticas também são permitidas.

Todo ano, a Receita Federal elabora um guia de tira-dúvidas para contadores e contribuintes. O material pode ser acessado aqui

Quer saber mais sobre a saúde de suas finanças? Acompanhe o nosso blog: http://saudemaisacao.com.br/blog .