Dentre todas as formas de investimento disponíveis, o negócio próprio é o que apresenta o maior risco, inclusive superando o de investir em ações. Ao assumir essa empreitada, o profissional terá que administrar funcionários, exigências legais, custos com burocracias, papeladas exigidas pelo contador e pelo governo, qualidade dos produtos e/ou serviços, grau de satisfação dos clientes e dos sócios, riscos de fornecedores e, claro, a concorrência acirrada.

Portanto, fica claro que, para ter sucesso com um negócio próprio, é preciso ter um perfil empreendedor. E, mais do que isso, acompanhar o cenário econômico e ter muita dedicação, principalmente na fase inicial, para que o empreendimento consiga crescer e render frutos. Além disso, paciência para esperar o investimento prosperar e persistência para permanecer firme diante das dificuldades (que são muitas) são duas coisas importantes.

Mas criar e manter um negócio próprio também pode proporcionar inúmeros retornos ao profissional que souber como fazê-lo. Eis algumas dessas vantagens:

  1. Autonomia
    Como dono do consultório, você terá autonomia para definir seus horários e sua rotina de trabalho. Quem não gostaria de ser dono do próprio tempo? No entanto, é preciso tomar alguns cuidados. Ao tornar-se um empreendedor, você viverá uma rotina talvez mais cheia e haverá uma série de procedimentos burocráticos que exigirão sua presença. Portanto, é preciso gerir com inteligência o tempo dedicado a atividades pessoais e profissionais
  2. Liberdade na escolha da equipe
    Esse é o grande trunfo do proprietário do consultório, que tem nas mãos o poder de decisão para configurar a sua equipe. Opte por pessoas que possam contribuir para o sucesso do seu consultório e que também tenham capacidade de interagir com o grupo e buscar os melhores resultados
  3. O sucesso dependerá de você
    Ser o dono do próprio consultório garante a você a oportunidade de colocar em prática conhecimentos nos quais sempre apostou. Isso dependerá de conhecimento, planejamento e dedicação. Mas é preciso ter cuidado e cautela para estudar bem suas propostas e não transformar uma ideia genial em um fracasso
  4. Oportunidade de impulsionar as finanças
    Em geral, os profissionais da saúde tem dificuldade em lidar com o dinheiro o e agir como empresários.Isso porque ele é treinado para cuidar da saúde das pessoas e não da própria saúde financeira. Mas o lucro é prerrogativa inerente aos negócios e, os ganhos do consultório, claro, são os seus ganhos também. Por isso, invista em um bom planejamento financeiro.
  5. A chance de se diferenciar
    Ter o negócio próprio dá ao profissional a chance de inovar, seja oferecendo serviços diferenciados para um público seleto e cobrar mais por isso; dispondo de serviços a preços mais baixos para a população de baixa renda ou agregando, no mesmo espaço, consultas de diferentes especialidades, tratamentos auxiliares e exames para o público que dispõe de pouco tempo.

Apesar dos profissionais da área de saúde apresentarem pouca ou nenhuma expertise nas áreas de finanças e gestão, se bem gerido, o consultório pode proporcionar retornos bem acima de qualquer outro tipo de investimento. Portanto, antes de dar o primeiro passo, estude o mercado e trace um bom plano de negócio — assunto, inclusive, que trataremos no próximo post.

Quer saber mais sobre como conquistar a tão sonhada independência financeira? Acompanhe o nosso blog: http://saudemaisacao.com.br/blog .