Blog
  • Blog
  • Day Trade e Swing Trade: conheça suas diferenças e a melhor opção

Day Trade e Swing Trade: conheça suas diferenças e a melhor opção

Day Trade e Swing Trade: conheça suas diferenças e a melhor opção

Se você tem interesse em saber sobre diferentes tipos de operações do mercado de capitais, chegou a hora de conhecer o Day Trade e Swing Trade. Com esse conhecimento, você estará mais bem preparado para os desafios de gerir suas finanças, de modo a alcançar a tão sonhada independência financeira.

Neste blog post, você saberá como funcionam essas aplicações, quais as principais diferenças  entre elas e suas características. Assim, será possível optar pela melhor opção para o seu perfil de investidor.

Continue a leitura e se informe!

O que é Day Trade?

O Day Trade é um tipo de aplicação financeira que demanda certo nível de experiência do investidor, pois possui um período operacional curto ou curtíssimo, com duração máxima de um dia, como o próprio nome diz.

É preciso ter conhecimento em análise técnica, também chamada de análise gráfica. Caso você esteja pensando em se tornar um day trader, isso implicará em fazer várias operações por dia. Para tanto, precisará de um valor mais alto com corretagem e outras taxas, além do Imposto de Renda.

Os volumes de recursos que envolvem o day trade têm a tendência de serem altos. Isso também vale para os riscos, pois muitas das operações são alavancadas. Ou seja, com um capital maior do que o dinheiro em conta, visando o aumento do lucro (ou do prejuízo, dependendo do caso).

Justamente por ser considerada uma operação de alto risco, o day trader deve gerenciá-los de uma maneira eficiente, sem imprecisões e de forma objetiva. Essa gestão de riscos deve se distanciar de decisões com fundo emocional. Sendo assim, é importante a disciplina em utilizar stops, seja para entrar ou para sair de uma operação, em ocasião do lucro planejado ou do prejuízo passível de ser suportado.

O que é Swing Trade?

O tempo de operação do Swing Trade também é considerado de curto prazo, mas a diferença para o Day Trade é que, nesse caso, o investidor tem a possibilidade de “dormir” com os ativos que comprou ou vendeu em sua carteira. Isso quer dizer que ele tem cerca de dois ou três dias (às vezes até mais) para manter a sua posição até alcançar sua meta ou seu limite de prejuízo.

Quando comparado ao Day Trade, o Swing Trade tem um número menor de operações. Consequentemente, o volume de dinheiro também é mais baixo. Em relação aos riscos, eles são mais baixos, a interpretação dos gráficos é mais simples e o prazo para analisá-los, maior.

Um day trader tem a necessidade de prestar atenção à indicação de alteração da tendência, enquanto um swing trader pode esperar e acompanhar o movimento do mercado se consolidar com ainda mais certeza.

Como o Swing Trade é uma operação de curto prazo, assim como no Day Trade, também é indispensável que o investidor realize um gerenciamento de risco competente, além de uma análise gráfica eficiente, utilizando stops e uma estratégia acertada. Vale lembrar que a disciplina e as decisões baseadas na razão, deixando a emoção de lado, são, igualmente, necessárias.

Seja um parceiro

Como funciona a tributação do Day Trade e Swing Trade?

O cálculo para tributação desses dois tipos de operações é feito em cima da rentabilidade mês a mês. Isso significa que, se no dia de hoje seu ganho foi de R$1.000, mas amanhã você obteve uma perda de R$1.000, não houve ganho no mês, por enquanto. Sendo assim, nem esse lucro e nem esse prejuízo precisam ser declarados.

Ao final do mês, você verificará se obteve um lucro líquido. A alíquota cobrada nas operações de Day Trade é de 20% em cima do ganho. Já se você “dormir” com a sua posição (no caso do Swing Trade), a alíquota do imposto será de 15%.

Quando o assunto é Imposto de Renda, Day Trade e Swing Trade têm o IR retido na fonte. No primeiro caso, o IRRF é de 1% do lucro líquido e, no segundo caso, de 0,05%. O pagamento do Imposto de Renda está condicionado apenas às operações com prazo maior de um dia, caso o investidor venda mais do que R$20.000 no mês.

É importante ressaltar que o recolhimento do IR para Day Trade e Swing Trade é diferente de aplicações em renda fixa. Ele acontece no último dia útil de cada mês, sendo que o próprio contribuinte tem a responsabilidade de efetuar o recolhimento do valor devido.

Qual a liquidez dos ativos das operações?

A liquidez e a volatilidade dos ativos são pontos importantíssimos para quem opera tendência. Durante o começo do pregão, existe uma liquidez menor dos ativos e uma volatilidade mais alta. Já no final do dia, o cenário se inverte, pois a liquidez aumenta e a volatilidade diminui.

Para quem ainda não está familiarizado com esses dois conceitos, segue uma breve explicação:

  • liquidez: representa a facilidade que qualquer tipo de aplicação financeira tem para ser convertida em dinheiro;
  • volatilidade: é a oscilação do preço de um ativo dentro de um determinado período de tempo.

As ações mais indicadas para operações de Day Trade são as chamadas blue chips, por terem um nível maior de liquidez. Você também pode operar com small caps, que são ações com baixa liquidez, mas é preciso estar ciente de que existe o risco de não ser possível zerar sua posição quando desejar.

Como no Swing Trade você tem a possibilidade de manter sua posição por mais de um dia, as small caps são mais indicadas para esse tipo de aplicação do que para day traders.

É importante ressaltar que, para ser um day trader ou um swing trader, você precisa ter um perfil de investidor mais arrojado, ou seja, mais tolerante a correr riscos. Também vale lembrar que, para conseguir bons ganhos operando no mercado de capitais, é necessário possuir um conhecimento prévio, ser ousado e ter tempo disponível para acompanhar o pregão.

Ficou interessado em operar Day Trade e Swing Trade? Quer saber mais sobre educação financeira dentro da sua realidade? É muito fácil: assine nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo sobre como gerir suas finanças de uma maneira eficiente.

Deixe um comentário

Um conjunto de ferramentas para ajudá-lo a enriquecer com saúde

Feito por médicos para médicos