Blog
  • Blog
  • Como montar um plano de investimentos para o próximo ano

Como montar um plano de investimentos para o próximo ano

Como montar um plano de investimentos para o próximo ano

Para muitos, entrar para o mundo dos negócios e começar a investir é um processo complexo. Em primeiro lugar, tudo o que envolve nossas finanças exige um cuidado, já que um erro pode ser fatal. Em segundo lugar, ao se tratar de aplicações, o interessado ainda precisa lidar com a imprevisibilidade do mercado. Não é à toa que criar um plano de investimento pode ser a melhor resposta para lidar com essa situação.

Por isso, conhecendo essa importância, nós separamos um guia de como você pode criar o seu. Confira!

A importância de se planejar

De maneira geral, quando o assunto é finanças, podemos dizer que o Brasil é um país que está em uma posição complicada. De acordo com o ranking divulgado em 2016 pela OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), o país está na 27ª posição — em um ranking de 30 países — quando o assunto é educação financeira. Não é a melhor posição e reflete bastante como lidamos com o nosso dinheiro.

As finanças representam uma parte da vida que precisa de organização. Sem um planejamento, é muito difícil concretizar os objetivos e, principalmente, obter uma boa renda. A situação fica um pouco mais complexa quando estamos falando de investimentos.

Afinal, nesse quesito, há outros fatores que norteiam esse tipo de produto, como liquidez, índices etc. Muitos desses pontos não dependem do investidor, porém, se ele não tiver um plano concreto e conhecer bem o investimento, pode acabar se dando mal.

É aí que o planejamento se torna uma arma importante, pois ele é uma maneira de autoconhecimento. É uma forma de definir os seus objetivos e elaborar passos para conquistá-los, procurando se antecipar diante dos contratempos.

A seguir, vamos entender o que é um plano de investimento.

O que é um plano de investimento

Em uma definição simples, o plano de investimento é a junção de ações para alcançar um objetivo financeiro. Planejar um investimento, por exemplo, com o objetivo de comprar uma casa ou aumentar a renda exige que o interessado faça uma avaliação dos seus recursos atuais, conheça os riscos das aplicações e defina estratégias para começar a investir. De todo esse processo, podemos dizer, são as ações que definirão o seu plano de investimento.

Seja um parceiro

Os passos para fazer um plano financeiro

Agora que entendemos a importância do planejamento e o que é um plano de investimento, vamos conhecer alguns passos para começar.

Avalie sua situação atual

O autoconhecimento, quando se trata de investimentos, é fundamental. Nesse tópico, é importante saber o quanto você tem de recursos para realizá-los. Para isso, uma análise sobre seus rendimentos, dívidas e despesas será a primeira ação para ter uma ideia concreta de como está a sua situação.

A grande vantagem de tomar essa medida é que você poderá conhecer os seus hábitos financeiros, aplicar mudanças naquilo que está sendo nocivo para a sua renda e, assim, ter segurança para começar a investir.

Conheça seu perfil

De fato, há muitos investimentos no mercado — para diferentes objetivos — que necessitam de estratégias específicas. Algumas aplicações, por exemplo, podem ter um comportamento mais agressivo que outras. Por isso, a necessidade de conhecer o seu perfil é fundamental. Você é mais conservador, quer segurança e não pretende arriscar tanto? Ou você gosta de apostar alto e as variações do mercado não te assustam?

Ao definir isso, você poderá saber quais são as suas possibilidades de aplicações. No entanto, não se esqueça de que, ao fazer uma escolha, você perde o que as outras opções podem oferecer.

Defina um objetivo

Objetivos são bons, pois ajudam a manter o foco e obrigam a avaliar as estratégias. Por exemplo, o que você pretende fazer com o rendimento desse investimento? Vai utilizar para a sua aposentadoria? Vai comprar um carro? Essa aplicação realmente pode gerar o resultado esperado em um prazo legal?

Dependendo da escolha, você pode ter que guardar mais dinheiro, aplicar em mais opções etc. Só será possível saber isso quando você tiver certeza do que quer. Assim, conseguirá analisar os seus passos e ir na direção certa.

Escolha os investimentos

Objetivo definido e perfil determinado, agora é hora de escolher os investimentos. De maneira geral, você deve saber quanto tempo precisará para atingir a sua meta. Isso ajudará a decidir qual é a melhor opção. Além disso, uma outra dica é em relação a sua idade ao começar a aplicar.

Saiba que, se você for jovem, pensar em aplicações mais arriscadas é o ideal, já que terá tempo para se recuperar caso algo aconteça — além, é claro, de adquirir experiência. Por outro lado, se você pretende se aposentar, as alternativas mais conservadoras são as melhores opções, como renda fixa, por exemplo, pois você tem menos chances de sofrer algum contratempo.

Estude sobre o tema

Não se engane, pois o mercado financeiro é um lugar complexo, com uma linguagem própria e que, se você não estiver familiarizado, pode até ficar desanimado. A boa notícia é que hoje em dia há muitos materiais e informações sobre esse mundo.

Assim, antes de começar efetivamente a investir, procure estudar esse universo. Conheça o básico em relação às aplicações, nomenclaturas, tipos de investimentos etc. Dessa forma, você estará preparado para definir um plano de investimento mais correto.

Diversifique sua carteira

Diversificar os investimentos é um dos primeiros conselhos que você vai encontrar em relação à melhor estratégia para investir. Aqui, destacamos essa ideia porque, por mais que você esteja iniciando nesse universo, essa é uma dica que pode ajudar muito. Ter uma carteira versátil é o que te protegerá de riscos e também garantirá que você mantenha uma rentabilidade.

Assim, procure sempre ter pelo menos uma ou duas opções de aplicações que estão fora do seu perfil. Se você é conservador, tenha alguns investimentos em renda variável. Se você é agressivo, procure por algumas aplicações seguras para proteger a sua estratégia.

Procure ajuda

A jornada de investimentos pode ser um pouco difícil, mas você não precisa passar por dificuldades na hora de aplicar. Existem muitos lugares que oferecem conhecimento e assistência para aqueles que querem ingressar no mundo dos negócios.

Há, inclusive, locais que dão acesso a cursos para que o investidor aperfeiçoe o seu conhecimento. Se você não tem certeza de como criar um plano que se adapte aos seus objetivos e perfil, talvez seja o momento de procurar especializações.

Gostou deste conteúdo sobre plano de investimento? Está precisando melhorar os seus conhecimentos em relação ao mercado e não sabe onde procurar? Dê uma olhada nos cursos que oferecemos e aperfeiçoe suas estratégias. Clique aqui e seja um investidor melhor!

Deixe um comentário

Um conjunto de ferramentas para ajudá-lo a enriquecer com saúde

Feito por médicos para médicos