Blog
  • Blog
  • Plano de previdência privada: qual o momento certo para investir?

Plano de previdência privada: qual o momento certo para investir?

Plano de previdência privada: qual o momento certo para investir?

Ainda que você tenha direito à previdência social com as contribuições que faz ao INSS, sugerimos que saiba mais sobre a importância de ter um plano de previdência privada. Dado que o INSS está passando por muitas incertezas, não é aconselhável nem saudável depender dele para pagar as contas.

Neste post trataremos da previdência privada sob dois aspectos. O primeiro aspecto é sobre os planos de previdência disponíveis no Brasil e para que eles realmente servem. O segundo aspecto é sobre a sua aposentadoria quando não mais puder trabalhar, ou seja, quem cuidará de você quando parar de trabalhar. Portanto, se você quer garantir sua qualidade de vida para o futuro, leia este post e saiba quais os principais benefícios desse tipo de previdência, quais planos estão disponíveis para investimento e quando é o momento certo de se investir!

Quais as principais vantagens dos planos de previdência privada?

Primeiramente, gostaria de chamar a atenção para o fato de que os planos de previdência privada no Brasil costumam ser vantajosos para o Governo (por conta da alta carga tributária cobrada) e para as instituições financeiras (por conta das taxas de administração e de carregamento cobradas). Em termos de rentabilidade, eles também deixam muito a desejar quando comparados com uma carteira eficiente de ativos.

Para nós, usuários, sobram poucas vantagens. Por isso, é muito importante saber usar os planos de previdência para usufruir do melhor delas. E também é importante saber que não se deve depender dos planos de previdência privada para a aposentadoria. O ideal é depender de uma carteira eficiente de ativos. Só que, para construir uma carteira eficiente de ativos é preciso fazer sobrar dinheiro hoje. E, neste aspecto, um plano de previdência privada pode ajudar.

Seja um parceiro

Quais os tipos e como começar a investir?

Existem dois tipos de planos de previdência privada:

  • Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL). A principal vantagem é o benefício fiscal. Permite deduzir até 12% da renda bruta anual da base de cálculo do IR.
  • Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL). A principal vantagem é a sucessão patrimonial. Não há benefício fiscal.

O que os diferencia é o regime de tributação que incidirá sobre os rendimentos no seu Imposto de Renda. Ambos os planos podem usar a tabela progressiva ou regressiva de IR. A quantia cobrada em impostos está atrelada ao tempo que seus recursos ficarão aplicados, sendo que, basicamente, os investimentos mais longos pagam menos tributos.

Para começar a investir, pesquise quais são os retornos oferecidos pelas instituições financeiras, pois isso pode variar bastante. A contratação da previdência privada é bem simples e pode ser feita até online do conforto da sua casa. Procure a instituição financeira que cobre a menor taxa de administração possível e que também não cobre taxa de carregamento. Caso você já tenha um plano de previdência privada, pode fazer portabilidade para outra instituição sem custo.

Atente-se ao valor das taxas de administração e carregamento que serão cobradas de você antes de decidir pelo seu plano de previdência privada. Outra dica é considerar as corretoras para contratar esse tipo de investimento, visto que elas têm um maior número de opções de aplicações diferentes para oferecer aos clientes e pode ser mais fácil encontrar uma com o perfil que você busca.

Quando é vantajoso começar e por que considerar a previdência privada infantil?

Com relação ao plano de previdência privada, deve-se utilizá-lo quando houver imposto a pagar na declaração de ajuste anual. Neste caso, deve-se optar pelo PGBL pelo benefício fiscal que confere.

Com relação à previdência privada (entenda, independência financeira), deve-se começar o quanto antes a construir uma carteira eficiente de ativos capaz de gerar renda crescente suficiente para manter seu padrão de vida. Lembre-se que na fórmula do juro composto, o tempo tem efeito exponencial no valor final.

Por essa razão, a principal lição a ser aprendida a respeito do investimento na previdência privada é: quanto antes você começar, melhor! Inclusive, justamente por esse motivo, considere fazer um plano para seus filhos desde a infância.

Invista no seu futuro e da sua família, garantindo a qualidade de vida e toda tranquilidade que vocês merecem com um plano de previdência privada. Para saber mais sobre como assegurar uma aposentadoria adequada, continue a sua leitura com esse post: Descubra qual o melhor investimento para aposentadoria!

Deixe um comentário

Um conjunto de ferramentas para ajudá-lo a enriquecer com saúde

Feito por médicos para médicos